Crônicas

Pensamentos

Tupac Shakur , empreendedorismo na música e preconceito com o Hip Hop.

Ao nascer a exemplo da Inglaterra nao fui celebrado como um bebê real , mas parabéns pra mim !
Nao estou triste , pois enquanto a minha esperanca for jovem , Fabin nunca será um velho.
Como diz Hélio Rzo na musica “o mensageiro” , os cabelos brancos já voam pelo tempo.
Anualmente dia 13 de setembro comemoro meu aniversário, mas quero mesmo é aproveitar para lembrar as décadas da morte do influente Tupac Shakur , um dos mais originais rappers.
Tupac é um dos poucos que conseguiu imortalizar seus discos , até mesmo os póstumos .
Talvez seu erro tenha sido nao respeitar algumas cores da vida , como o verde da esperança que gera avanços , e o vermelho das ruas , onde o sangue é derramado.
O perigo de adentramos no inconsciente coletivo é o pior que existe.
Quando somos obrigados a fazer o pior para evitar o mal é hora de parar. Entendam: o mal nao é acidente de percurso ,é acumulativo .
Quando Tupac faleceu , Thaide & Dj Hum cantavam “que tempo bom que nao volta nunca mais” , Dj Grand Master Duda criava Hits na extinta rádio Manchete de Sao Paulo , Jorge Ben continuava incompreendido por algumas pessoas por falar de ocultismo no álbum
“ Tábua de Esmeralda “, o Racionais se preparavam para vender um milhão de discos e a famosa equipe Chic Show entrava em estado de alfa que durou longos anos.
Exemplo de empreendedorismo , Shakur mostrou ao mundo que fidelizar o público é a meta.
Creio que o grande desafio de quem quer propagar seu trabalho é saber se organizar profissionalmente.
O retorno é significativo , o custo é viável e coloca o artista no mapa.
As redes sociais também estão ai para facilitar a interação com o publico.
Quem esta nas redes , as utiliza para conhecer pessoas , e nao para cadastrar contatos.
O termo navegar remete a desbravar o mar em busca de um objetivo horizontal , mas acho que , dentro desse contexto digital ,ele é vertical, visa o crescimento. Antes de querer verticalizar algo , temos que imaginar o ponto de chegada , para depois torna-lo real. Para chegar ao objetivo é preciso se preparar para evitar falhas que possam ser prejudiciais no futuro.
Uma apresentacao mal feita é um erro primário e pode custar caro.
Hoje , o “quem indicou “, vem das assessorias de imprensa .
Delas podem sair ótimos contatos.
Conhecer para julgar .
No rádio , algumas pessoas querem seguir meus pensamentos , mas ainda resistem em seguir a musica negra devido a preconceitos.
Lembro que alguns ouvintes orientais tentaram por muito tempo convencer suas familias a ouvir Rap .
Sem sucesso . Existem pessoas que fazem de conta que nao me ouvem só para nao serem deixadas de lado . Isso é triste . Mas o que me deixa feliz é
que mesmo com os obstaculos , muita gente curte as minhas mensagens no rádio e se resignifica na vida e no dia a dia .
Os que ainda nao se permitiram ouvir Hip Hop conhecem apenas as caricaturas da cultura que existe por tras dela.
Precisamos valorizar as verdadeiras personalidades , mesmo que nao sejam tão cultuadas como deveriam , qualquer que seja a atividade que desenvolvam .
Viva a todas as pessoas que nos inspiram a errar menos.

Fabio Rogerio
Dj Locutor

ENVIE SUA MENSAGEM

MAIS DE 20 ANOS DE EXPERIÊNCIA.
FÁBIO ROGÉRIO REALIZA PROJETOS COM VOCÊ